Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

sábado, 21 de julho de 2012

Seminário da União Brasileira de Escritores: Uma grande celebração a Literatura



     Ontem estive no seminário realizado pelo núcleo baiano da União Brasileira de Escritores na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris) representando o Fala Escritor. Mas antes de falar do Projeto, contei um pouco da minha história e dos meus sonhos em relação à arte literária, pois esta história é a base e os motivos que me levaram a criar um projeto literário voltado a descobrir novos escritores e auxiliá-los com informações sobre escrita, publicação, venda e lançamento de livros. Reforcei nossos objetivos ao afirmar que nossa alegria é quando alguém pela primeira vez resolve ler um texto ou recitar uma poesia e isso por conta do nosso trabalho e citei Bruno Máriston e a Revista Semanal Jovem.





     A primeira mesa foi composta por membros idealizadores dos movimentos literários que a mais de uma década estão consolidados na Bahia e que muito contribuíram e ainda contribuem para o crescimento da literatura em nossa terra. O ilustre professor Germano Machado representou o CEPA (Círculo de Estudo Pensamento e Ação), José da Boa Morte o Movimento Cultural Artpoesia, Roberto Leal Fundação e Editora Ómnira e José Siqueira da Rocha o Grupo de Ação Cultural da Bahia.

Germano Machado, José da Boa Morte, Roberto Leal e José Siqueira Rocha
Foto: Delci Silva Leal

     Aos 86 anos, o professor Germano Machado demonstrou vigor de menino ao falar das lutas e das vitórias do CEPA (fundado na década de 60) e algumas dessas vitórias estavam ali do seu lado e fizeram questão de mencionar a importância do Círculo para suas vidas e seus movimentos. Emocionados, Roberto Leal, José da Boa Morte e José Siqueira Rocha disseram que dão créditos a movimentos que tiveram raiz ou influência Cepista e mencionaram a presença de Ivan de Almeida e Carlos Alberto Barreto que também tiveram influência do CEPA.

Nelson Maca, James Martins, Leandro de Assis e Carlos Sousa
Foto: Valdeck Almeida

     Na segunda mesa, presidida por Carlos Sousa, presidente da UBE-BA, tive a honra de sentar ao lado de James Martins representando o Pós-Lida, evento literário que há três meses agita a cena literária soteropolitana e do Nelson Maca do Sarau Bem Black. Apesar de ainda não ter ido ao Sarau Bem Black, venho acompanhando as notícias e gosto de projetos que abrem portas para outros projetos e no caso do Bem Black, tem recebido até representantes de saraus de outros estados. Já o James Martins, acompanho suas publicações no blog ‘Gênio Descompreendido’ no site Metro1 (Grupo Metrópole) e o recebi na última edição do Fala Escritor. Ambos falaram dos seus eventos divulgando quando e onde são realizados.

Vanderlei de Morais Filho, Douglas de Almeida e valdeck Alemida de Jesus
Foto: Leandro de Assis

      A última mesa foi composta por Douglas de Almeida do Viva a Poesia Viva, João Vanderlei de Morais Filho do Caruru dos Sete Poetas e Valdeck Almeida de Jesus do Galinha Pulando e Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus. O Viva a Poesia Viva acontece no Espaço Cultural da Barroquinha e recebe poetas e cordelistas e outros artistas, o Caruru dos Sete Poetas é um fenômeno, acontece no Largo d’Ajuda, em Cachoeira e recebe um público de mais de 500 pessoas e o Galinha Pulando, já publicou mais de 1000 poetas do mundo inteiro.

Foto: Valdeck Alemida   

     O Seminário contou com a presença do candidato a prefeito de Salvador Hamilton Assis (Psol) e do jornalista, escritor e candidato a vereador Valdeck Filho. Roberto Leal da Fundação Ómnira também é candidato a vereador pelo Psol-BA e junto com Hamilton se propõe a apoiar a literatura e os eventos culturais. Valdeck Filho falou sobre seu livro Nos Bastidores do Na Mira e distribuiu exemplares autografados para todos que ficaram até o final do seminário.

Foto: Valdeck Almeida

     Agradeço ao núcleo baiano da União Brasileira de Escritores pela oportunidade e a todos os amigos que compareceram na Biblioteca Pública do Estado para prestigiar o evento. A quantidade de pessoas que apoia e faz o Fala Escritor acontecer é muito grande, por isso peço desculpas pelos nomes que não citados, mas que, com certeza, serão citados em outros eventos e também nas reuniões do Fala Escritor, não me negarei a citar nomes e continuarei a pedir desculpas sempre que tentar citar alguém, pois não faço o Fala Escritor sozinho e preciso agradecer aos amigos.

Nenhum comentário: