Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

domingo, 29 de abril de 2012

II Concurso Literário Ebenézer

Estão abertas as inscrições para o II Concurso Literário Ebenézer. O período de inscrição se estenderá até 28 de fevereiro 2013.

Tema: Até aqui nos ajudou o Senhor.

Objetivo: Despertar o interesse das pessoas pela arte e cultura, através da produção literária. Contando através de poesia, crônicas e contos, as bênçãos que tem recebido de Deus.

Inscrição: Poderá se inscrever qualquer pessoa, com até três (03) textos inéditos de sua autoria. Os textos deverão ser digitados, identificados e enviados para: concursoebenezer@hotmail.com

Junto com os poemas, o inscrito deverá enviar as seguintes informações: nome completo do autor; endereço completo, com CEP; número de RG e CPF; telefone, com DDD; e-mail; o blog ou site pessoal (opcional); título dos textos e uma pequena biografia do autor, de no máximo cinco linhas.

O simples ato da inscrição implica na concordância do autor/escritor em ceder os direitos autorais de seu texto. O autor aceita, ainda, implicitamente, todas as disposições deste regulamento, autorizando, inclusive, a publicação de seus poemas na referida Antologia, respeitando o critério do organizador.

Textos digitados em Word, corpo 12, Times New Roman, até 30 linhas cada.

Os textos selecionados pela Comissão Julgadora deverão ser apresentados ao público no blog http://www.concursoliterarioebenezer.blogspot.com/ e ficarão expostos no dia 30 de março de 2013 às 22h. O livro ficará pronto até 60 dias após o anúncio dos classificados.

A seleção dos trabalhos será feita por uma comissão julgadora formada por escritores e/ou pessoas de reconhecida capacidade intelectual.

Serão selecionados cinquenta (50) textos, entre os participantes e, em etapa posterior, escolhidas entre eles os dez (10) melhores, premiando-se os seus autores com um exemplar do livro publicado.

Taxa de inscrição:

R$ 5,00 (cinco reais) por texto enviado. O valor deverá ser depositado no Banco do Brasil, Agência 1237-8, Conta Corrente 37 221-8, favorecido: Leandro Cunha de Assis.  Comprovante deverá ser enviado junto com os textos através do e-mail.

Organizadores

Leandro de Assis

Escritor baiano, autor dos livros Eu Sou Todo Poema, Inquietações e Co-autor do livro Fala Escritor em Prosa e Poesia. É também organizador do Projeto Fala Escritor (projeto que recebeu Honra ao Mérito da Academia de Letras do Brasil/Seccional Suiça), da Revista Fazer Política, Revista Semanal Jovem e do I Concurso Literário Ebenézer. Recebeu em 2012 a Placa de Prata Alma Brasileira pelo incentivo a projetos culturais. É membro do Ministério Internacional do Salvador (Igreja Batista Comunidade da Praia).

Fernando Macedo

Pastor, Ministro de educação religiosa, Vice-Presidente do Ministério IBCP (Igreja Batista Colinas de Pituaçu), Responsável por recuperação e tratamento de jovens dependentes químicos; Membro do GAAC-(Grupo de Apoio a Criança com Câncer), Membro do GAMO-(Grupo de Apoio à doação de voluntária de Medula Óssea). Formado em Gestão de Segurança Empresarial pela faculdade Integradas da Bahia FIB, Pós Graduando em Gestão Estratégica da Segurança Corporativa FIB, Consultor em Segurança, Escritor e Ativista do Greenpeace.

sábado, 28 de abril de 2012

Nostalgia _ Parte 01_ 1ª Edição

Belezas Naturais

Graças a Deus, ainda conseguimos contemplar as belezas naturais do nosso bairro, porém, a cada ano, esse tem sido um privilégio para os poucos corajosos que se arriscam a sair de suas casas para contemplar as maravilhas da natureza. Tomar um vento em frente ao Posto de Saúde, sentar num dos bancos em frente ao terminal Marítimo e namorar sentado no Grupo Escolar, ou apenas no Grupo, como é conhecido o local, é o mesmo que marcar bobeira para marginalidade.



 A Praça é Nossa!

A antiga praça, onde as famílias curtiam a sombra das árvores, deu lugar a um imenso círculo sem significado e nos finais de semana têm sido impossível para as famílias dividirem espaço com o novo modelo de lazer de uma parte da juventude plataformense que recebe também jovens de outros bairros para as baladas de meio de rua ao som automotivo.





(In) Segurança


O problema da falta de segurança não fica restrito aos locais preferidos para o namoro e o lazer. Caminhos essenciais para a nossa locomoção tem preocupado nossa população e por isso, as famílias estão tendo que esperar os seus filhos na volta do trabalho e da faculdade, como é o caso da Ferinha, local de passagem para quem chega de trem ou lancha. Outro local preocupante é a Ladeira da Feirinha que a noite fica deserta e também têm acontecido frequentes assaltos, infelizmente, basta ver um moto com duas pessoas à noite que já é motivo para correr ou se tremer de medo.  Tempo bom era quando o bairro dispunha de uma delegacia e a sensação de segurança era maior, o bordão até hoje é usado: “Vá dar queixa a Brás” (delegado da época), atualmente a sensação de insegurança já faz parte do cotidiano do nosso bairro e precisamos de muita atenção dos nossos governantes.


Cemitério

Nossa população não suporta mais pular covas nos enterros que acontecem no Cemitério Municipal de Plataforma.  Já passou da hora de se construir caminhos e quadras de verdade para o local. As obras solicitadas pela população, para um estacionamento ainda está inacabada e aparentemente abandonada pelos poderes públicos desta cidade, parece que as forças do atraso pegaram nosso prefeito novamente. Até quando ficaremos pulando covas, desviando de verdadeiros matagais, convivendo com a sujeira e com a falta de flexibilidade nos horários para os enterros? Justo na hora do descanse em paz o que mais encontramos é transtorno para nossa população.


Esporte e Lazer

Muitos baianos tem sido destaque nacional e internação nos esportes aquáticos e nossos jovens podem fazer parte dessa seleção de atletas se forem devidamente incentivados a pratica do esporte. Nos fins de tarde, é notória a pratica da natação por diversos jovens plataformense na praia do Alvejado e também atrás da antiga fábrica, ao lado do terminal hidroviário. Mas poucos sabem que este local foi um dos precursores dos esportes aquáticos no Brasil, por volta de 1945 a 1950, diversas provas foram realizadas com patrocínio do Clube Flamenguinho de Periperi e do Esporte Clube 2 de julho, entre elas: “Periperi – Penha”, “Ribeira Porto da Barra” e Plataforma – Ribeira”. 


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Escutando a voz de Deus

    Nesta noite, resolvi escutar a voz de Deus através de um de seus filhos, na verdade o meu espírito estava sedento, havia uma necessidade extrema de ouvir a Palavra de Deus. Fui para o banho e levei o celular, comecei a procurar algum louvor com ministração, alguma coisa que passasse de 10 minutos, quando me lembrei de Rodolfo Abrantes (ex-Raimundos e ex-Rodox) e ao procurar alguma música dele encontrei uma entrevista no Altas Horas.

    Foi então que senti no meu espírito que naquele momento, este seria o vaso de Deus que seria usado para falar comigo. Assisti a entrevista e logo depois pesquisei mais vídeos sobre ele e com ele no Youtube e parei no vídeo ‘Ministração – Rodolfo Abrantes – Confrajovem 2011 – Lagoinha’. Assim que terminou pensei: Nossa, preciso ouvir novamente! Fui tremendamente ministrado e tomei algumas decisões para minha vida. Quero compartilhar este vídeo com vocês: