Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Tu és minha rainha


Encantei-me com tua beleza
Com teu sorriso e teu olhar
Porém para minha tristeza
Outro cara ela estava a sonhar

Fui chegando de mansinho
Estudando seu jeito de ser
Envolvendo-a com carinho
Mesmo sem ela merecer

Aos poucos fui criando
No íntimo do seu ser
A vontade de me ouvir
A vontade de me ver

Conquistá-la eu consegui
De seu amor hoje disponho
Para continuar sendo feliz
Eterno carinho eu proponho.

Conquistar todos os dias
A mulher que me casei
É fazer dela minha rainha

2 comentários:

Luccya Duarte disse...

A maior riqueza de uma rainha, não é a sua coroa nem as suas jóias....e sim o seu rei que daria por ela a sua própria vida!

Dellone disse...

Parabéns nobre Lord!
és uma poeta nato e de muito talento1
Que bom que descobri vosso espaço!

Estou Seguindo!

visite-me se puder
--> silenceshadows.blogspot.com

Até breve!