Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Desafios do novo autor: 4ª Parte


Com o sucesso de vendas do livro “Fala Escritor em Prosa e Poesia”, estou pensando em tirar da estante o livro “Inquietações” que é o que tenho oferecido gratuitamente para algumas pessoas depois da tragédia do lançamento e das vendas, mas ainda não me arrisco a vendê-lo para os amigos, farei consignação em livrarias, mesmo que com isso não ganhe nada pelo livro, pois as livrarias ficam com 50% do valor de capa.

Apesar do custo de uma consignação, vale a pena um novo autor lançar numa livraria, pois ele deve saber que até se tornar um escritor de sucesso o caminho é árduo e longo. É preciso muita divulgação não só do livro, mas também do seu próprio nome como escritor, é preciso participar de concursos literários, antologias, escrever para revistas eletrônicas, participar de discussões e eventos do seu gênero literário e também de outros em sua cidade e também em outras.

Uma das coisas que eu aprendi é que além do lançamento numa livraria de ponta, o novo autor que publicou de forma independente e sem patrocínio algum do seu trabalho, é preciso fazer outro lançamento numa biblioteca ou num outro espaço no qual o próprio autor venda seu livro e possa ficar com 100% do valor de capa, porém ele mesmo não deve ficar responsável por faturar a compra e sim colocar um desconhecido numa mesa para fazer isso.

Dessa forma, evitará constrangimento com amigos que se ofendem por não receber gratuitamente seu livro autografado e poderá gozar um pouco do que construiu com seu talento, esforço e muita dedicação. Além de poder investir num novo trabalho, pois o escritor não se cansa de escrever, é algo que lhe dá prazer, faz parte do seu ser.

Breve estarei lançando o livro “Até aqui nos ajudou o Senhor”, resultado do I Concurso Cultural Ebenézer. É uma antologia com poemas de autores de todo país, falando em forma de contos, poesia e crônica como o Senhor Jesus tem abençoado suas vidas. Realizei esse concurso com objetivo de glorificar o nome do Senhor e também incentivar os cristãos a se envolverem com a literatura, pois sei que muitos escrevem e guardam seus textos.

Nenhum comentário: