Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Desafios do novo autor: 3ª Parte


O que chamo aqui de amigos clássicos, são aquelas pessoas que nos relacionamos a vários anos, aqueles que apesar de não mais serem do mesmo trabalho, escola, faculdade, rua, etc., mantém um laço afetivo, encontros periódicos, telefonemas e outras formas de contato e comunicação comigo e até aqueles que vemos vez por outra mas mantemos a intimidade de sempre.

Muitos novos autores se deparam com uma situação inusitada com esses amigos, eles querem ganhar o teu livro e não só querem como espera que você ofereça o livro autografado para ele. Para esses amigos é uma ofensa ter que comprar teu livro e você tem que convencê-lo que não é bem assim, pois temos muitos amigos, apesar de cada um se sentir o amigo.

Com isso, aconteceu que alguns amigos que compraram meu livro para depois darem um retorno se ofenderam quando perguntei pelo retorno e levaram na brincadeira a cobrança, não aceitava aquela situação e nunca mais cobrei, preferi manter a amizade que ganhar alguns trocados. Porém, com isso, eu que já estava desanimado com as vendas no lançamento, fiquei muito mais com essa situação e resolvi que não venderia mais meu livro.

Mas o que fazer com monte de livro na estante de casa? Então pensei: “Já que muita gente vai querer de graça e vou acabar me aborrecendo, vou dar meus livros para pessoas que forem abrindo portas para mim e assim eu fiz, dando livro para várias pessoas de 2009 até aqui, algumas que eu acabara de conhecer, outras que elogiaram uma poesia que fiz ou meu blog, alunos, ex-alunos, aniversariantes e outros escritores.

Em 2010, publiquei outro livro, juntamente com os outros organizadores do Fala Escritor, nesta semana fui à livraria consultar as vendas e para minha surpresa só restam 03 unidades, fiquei muito feliz com as vendas, pois o valor a receber será investido no Fala Escritor, pois o projeto já está caminhando para a 28ª edição, em dois anos e dois meses de atividade e não conta com patrocinadores.

Um comentário:

Poeta disse...

É isso aí, Leo... A luta é dura e difícil, mas aos poucos chegaremos lá... juntos...