Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Bombeiros apedrejados



Quando se fala em bombeiro, se pensa em herói. O bombeiro é aquele que faz o que mais ninguém consegue ou tem coragem de fazer, ele é treinado para vencer as adversidades, a fome, o frio, o calor, o perigo, as condições adversas, pensando sempre na vida em primeiro lugar e por último nos bens materiais.

Apesar de sermos tidos como heróis, sabemos que somos humanos, nós nos comovemos, choramos, sentimos medo, pensamos em nossas famílias e sentimos sim a dor das vítimas e por isso é que damos o melhor para salvá-las. Mesmo usando EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) já nos sujamos com sangue de vítimas e quase dois de nossos colegas foram atropelados num dia de chuva em meio a uma ocorrência.

Mas há um momento em que a população perde o respeito e a admiração por nós bombeiros e nos vêem como inimigos de seus propósitos, isso acontece quando estão fazendo manifestações reivindicando seus direitos. Nós bombeiros militares somos parceiros da população, porém temos que agir em conformidade com a paz pública e cumprir as ordens que recebemos.

Na sexta-feira passada umas das guarnições e a viatura do nosso sub-grupamento foi apedrejada por manifestantes que fechavam a rua e tocavam fogo em objetos e até mesmo na vegetação da rua, estamos revoltados com o acontecimento. Mas o fato não fará com que venhamos a esmorecer, continuaremos fazendo o nosso trabalho com satisfação, pois somos bombeiros e nosso lema é Vidas Alheias e Riquezas Salvar, com a proteção de Deus, Sempre!

Imagem: http://www.thebest.blog.br/wp-content/uploads/2008/01/bombeiros.jpg
Onde juntamente com dois colegas também bombeiros postamos fatos relacionados a nossa profissão.

terça-feira, 13 de abril de 2010

TANIA REGINA



T uas palavras e tuas orações
A lcançaram graça diante de Deus
N ão desistiu e nem desistirá
I gualmente abrãao com filho seu
A legre estou por ser teu filho.

R ios de alegria cubram teu rosto
E nunca falte alegria em teu lar
G anhei de presente você ao nascer
I gual, mãe no mundo não há
N unca deixarei de agradecer
A Deus pela mãe que me deu.
Foto: Minha sobrinha Andressa e minha mãe Tania Regina.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Prêmio Braskem de Teatro


Ontem à noite fui ao Teatro Castro Alves convidado por Lucymar Soares e Jussilene Santana atriz do espetáculo Joana D'Arc e autora do livro Impressões Modernas _ Teatro de Jornalismo na Bahia que tive o prazer de lançar na sexta edição do Fala Escritor e sai de lá muito feliz e ao mesmo tempo "frustrado".

O motivo da minha frustração foi que Jussilene não levou o prêmio de melhor atriz de Teatro 2009, mas tudo bem, da próxima vez ela ganha, afinal já é uma vencedora. Foi indicada a melhor atriz coadjuvante em 2003 e em 2004 ganhou o Prêmio Braskem na categória melhor atriz com a peça Brudo a indicação para 2009 é mais um ponto alto na carreira dessa guerreira das artes. Antes que eu esqueça Joana D'Arc levou o melhor texto. PARABÉNSSSSSSSS Cleise Mendes e todos envolvidos no Espetáculo.

A minha alegria foi ver João Gonzaga ser premiado pela direção do espetáculo Os Donos da Terra, apesar da minha torcida por Elisa Mendes (Joana D'Arc), eu não conhecia o trabalho desse cara até ontem e hoje já sou fã dele. Segundo o Prêmio Braskem, Gonzaga é autodidata em arte e cultura popular, atua em escola comunitária, é coordenador do Grupo PIM (Projeto de Iniciação Musical) e a cinco anos coordena a Frente Cultural Fazenda Coutos.

Fazenda Coutos é um bairro da periferia de Salvador conhecido pela péssima infra-estrutura e violência, segundo o jornal A Tarde (on line) do último domingo, ou seja, quatro dias atrás a polícia trocou tiros com traficantes e o resultado foi sete pessoas feridas a bala e mais um morto não identificado. Porém João Gonzaga tem se esforçado para mostrar o outro lado de Fazenda Coutos.

E que lado é esse? Segundo o blog da Frente Cultural Fazenda Coutos (http://frenteculturalfazendacoutos.blogspot.com/) existem grandes manifestações artísticas em diversas modalidades, também há muitos jovens questionadores e com sede de atividades culturais, também há outros grupos artísticos/culturais que a Frente Cultural ajuda a divulgar e unir, a Frente é justamente o ponto de encontro das estidades culturais para a discussão de políticas públicas para o benefício de dezenas de grupos.

João Gonzaga além de ser premiado pela Direção, levou o prêmio pelo espetáculo infanto-juvenil Os Donos Da Terra, que aborda experiências como dançar ciranda, trançar pau de fita, desvendar novenas e descobrir cores e sabores. Essas coisas simples das raízes da nossa cultura fez de Os Donos da Terra o melhor Espetáculo de 2009. Parabéns João Gonzaga, Elísio Lopes Jr e todos envolvidos no espetáculo.