Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Recomeçar


Sim meu amor, errei
Andei por caminhos diferentes
Fui quem eu nunca quis ser
Na verdade sempre te amei
E por te amar terminei
Achava que não merecia
O canalha que fui contigo
Mas agora de volta e arrependido
Andando no caminho de Jesus
Prometo ser fiel até o fim
Fiel como Cristo foi na cruz
Olho minhas mãos e vejo
A aliança que escolhemos com carinho
E lembro-me do seu rosto feliz
No dia em que a coloquei em seu dedo
Não sinto vergonha de me expor assim
Tenho vergonha de tudo o que fiz
Mas aqui estou e agora eu sou
Tudo aquilo que você sempre quis.
Te amo Ester.

Um comentário:

mariana disse...

lindo poema q deus abencoe essa uniao! confie sempre naquele q te ama !jesus,...bjss mari