Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

quarta-feira, 8 de abril de 2009

A extinção do amor

Gostaría de falar de amor
Mas as circunstâncias não permitem
Todos os dias vemos o horror
Coisas que as emissoras transmitem.

Corpos perfurados muito sangue pelo chão
Tiram nossa sensíbilidade, nos deixam frios
Pedófilos espancados, muitos tiros num ladrão
Almoçamos assistindo e nem sentimos caláfrios.

Passamos dias sem ouvir falar no amor
Ah não ser quando encontramos um cristão
Ele vem ao nosso encontro falando de amor
Ele diz: Jesus te ama, ele quer tua salvação.

E pra aquele que fala de guerra, sangue e violência
Nós damos atenção e não mudamos de canal
Mas para o irmão que fala apenas de amor
Muitos dão as costas e não prestam atenção.

3 comentários:

Tati da Hora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tati da Hora disse...

É verdade Leo, ás vezes as pessoas não tem tempo para ouvir nem que seja um minuto sobre a palavra de Deus, mas destinam a maior parte do seu tempo para assistir programas sensacionalistas que só mostram o que é ruim. Por que o que não presta é tão fácil de ser aceito?É hora de mudarmos nossos conceitosn e atitudes pessoal.

Quietinha disse...

Isso e algo que sempre me perturba, a capacidade que temos de dar credibilidade ao ruim e a facilidade de nao acreditar no bom.
Gotinhas no Oceano podem um dia furar a pedra, continue gotejando