Elisa Lucinda

Elisa Lucinda

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Não posso explicar, entenda!



Tem coisas que são inesplicáveis
Só quem vive é que sente
Quem viveu que entende
O que se não pode explicar


Não me peça explicações
Você não entenderás, já disse
Tudo que eu disser aqui
Serás usado contra mim
Pra que complicar?

Ficarei em silêncio
Sentindo sozinho
Esse gosto amargo
Só sabe quem já sentiu!
Entende?





Nenhum comentário: